Moro atende a apelo de Costa e vai ouvi-lo por videoconferência

politica

Moro atende a apelo de Costa e vai ouvi-lo por videoconferência

Ex-diretor da Petrobras disse ao juiz da Lava Jato que passa por “grave dificuldade econômica” e não poderia pagar passagens até Curitiba

Surtiu efeito o humilde apelo do delator e ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa ao juiz federal Sergio Moro, de que estaria em “grave dificuldade econômica” e por isso não poderia pagar passagens aéreas para comparecer a uma audiência em Curitiba. Paulo Roberto foi arrolado como testemunha de acusação pelo Ministério Público Federal na ação penal que tem como réus, entre outros, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) e sua mulher, a advogada Adriana Ancelmo.

Nesta quinta-feira, Moro atendeu ao pedido de Costa e transferiu a oitiva dele, no dia 9 de março, às 14h, para a sede da Justiça Federal no Rio de Janeiro. O depoimento será por videoconferência. Em sua decisão, o magistrado ressaltou que dá a colher de chá a Paulo Roberto “excepcionalmente”, já que “a praxe deste Juízo tem sido a de ouvir as testemunhas colaboradoras ou lenientes presencialmente, eis que é a forma ótima de colheita da prova oral, e igualmente em virtude dos compromissos por elas assumidos”.

Fonte: VEJA | Data: 17/02/2017