Transplantados disputam partida de futebol para sensibilizar sobre doação

Estado

Transplantados disputam partida de futebol para sensibilizar sobre doação

Pacientes enfrentaram médicos em jogo disputado em Passo Fundo. Mais de mil pessoas esperam na fila por órgãos no Rio Grande do Sul.

Um grupo de pessoas que passou por transplantes de córneas, rins e fígado participou de um jogo de futebol em Passo Fundo, no Norte do Rio Grande do Sul, para sensibilizar a população sobre a importância da doação de órgãos. A partida entre médicos e transplantados, neste domingo (19), foi realizada no estádio Vermelhão da Serra.

Atualmente, no estado, mais de 1,1 mil pessoas esperam por um transplante. O jogo foi organizado pelo hospital São Vicente de Paulo, uma das referências na área no estado.

“Mostrar, sensibilizar a população que um transplante dá certo. Então, para sensibilizar a população é que nós estamos fazendo esse evento aí”, fala o aposentado Jorge Santos, que recebeu um fígado há oito anos.

Em campo, o resultado da partida foi 2x1 para os médicos. O jogo serviu para mostrar que o paciente transplantado pode ter uma vida normal. “Me controlo em certas coisas, mas é uma vida normal, uma vida boa. É só ter os cuidados básicos que o transplantado precisa e você vive muito normal como uma pessoa normal”, conta o médico veterinário Cassiano Pressi, que passou por um transplante de rim.

“A ideia é mostrar o quão bem vive um transplantado e o retorno que a sociedade tem na doação de órgãos. Eu tenho certeza que a população vai se surpreender de como eles estão bem e vivendo uma vida normal”, conclui o médico-chefe do setor de transplantes do hospital São Francisco de Paula, Paulo Reichert.

Fonte: G1 Rio Grande do Sul | Data: 20/03/2017